quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Quando o mundo adormece

Já faz um tempo que quero compartilhar uma decisão com os leitores e as pessoas que acompanham e apoiam minha empreitada pela literatura, em especial através do Lagoena.  Não foi fácil. Levou muito tempo para que a ideia se tornasse algo concreto e um desejo real para mim. Muitas coisas aconteceram na minha vida pessoal que pesaram na minha decisão, cheguei a um ponto que era sufocante continuar levando algo que tanto lutei para conseguir. Contraditório, não é? Eu estava muito confusa e nada confortável, além de muito cansada. Então, resolvi sair da Draco, a editora que abraçou Lagoena lá em 2013 e a publicou em 2014. Foi uma decisão exclusivamente minha e necessária. Literatura para mim nunca foi uma obrigação. Eu deveria estar bem comigo mesma para dar o meu melhor, porém eu não estava/estou muito certa de minhas convicções. Minha única certeza é a de preciso parar.

 A literatura sempre foi muito refúgio, a caverna onde eu poderia me esconder, minha voz ecoando pelas paredes de pedra.  E de repente, fiquei em companhia do meu próprio silêncio, presa dentro de uma garrafa. Por esse, e outros motivos pessoais,  vou dar um tempo, embora eu já venha exercitando meu movimento, indo devagar. Agora é urgente, preciso desacelerar, por recomendações médicas. E a literatura, minhas histórias, vão ficar guardadas, esperando que um dia eu retorne para elas, ou elas retornem para mim, pois já faz muito que não as escuto.

Espero que os leitores e amigos compreendam. Conheci muita gente legal através desse livro, leitores se tornaram mais próximos, comecei a participar de grupos que gostam de literatura e leitura, conheci pessoalmente autores que ainda tem a boa vontade de compartilhar o seu melhor para o mundo.  Fiz parceria com blogueiros com real compromisso de promover a nossa literatura. Tive boas oportunidades que apareceram naturalmente, apesar das dificuldades.  Lagoena – O Portal dos Desejos teve críticas muito positivas para um livro de estreia, de uma autora desconhecida.  Li e assimilei todas as críticas, tanto as positivas quando as negativas. Aprendi muito. E se, eu decidir republicar o livro no futuro, terá uma nova edição, com certeza.

Então, é isso. Eu passei muito tempo pensando nesse momento, em como eu contaria para vocês sobre minha “pausa sem previsão de retorno”. Para mim só resta a certeza de que Lagoena vai continuar viva em algum lugar, até um dia virar uma nova história com seu começo, meio e fim. Eu posso separar minha vida como antes e depois de Lagoena, depois de ter encontrado a Terra Secreta devo ter me tornado uma pessoa melhor, e tentei dar o meu melhor para vocês. Ela estará guardada no meu coração, e desejo que esteja no de todos vocês guardada a Sete Chaves.

P.S.1: Mesmo que meu hiato seja longo, estarei com meu perfil ativo no site Wattpad, postando contos já escritos e poesias. Vai ter um spin-off de Lagoena. Fiquem de olho, é só seguir o meu perfil.  ;)
P.S.2: Em breve vou estar disponibilizando para venda os últimos exemplares de Lagoena – O Portal dos Desejos que tenho comigo.

Obrigada a todos.

Que as Lágrimas de Aura abençoem os seus caminhos.


Arte do designer e autor Diego Guerra



Laísa Couto

Nenhum comentário:

Postar um comentário